Arquivo da tag: Horror cósmico

O papel do outro no horror cósmico de H.P. Lovecraft (Bruno da Silva Soares)

fotoblog

“Cabe entender que essas intertextualidades e adaptações além de contribuírem para a apreciação contemporânea da obra do autor, tornando-o um símbolo canônico do gênero do Horror, não seriam a única possibilidade de comparatismo que a obra de Lovecraft possibilita. Ao lidar com a relação de expectativa do “Outro”, aqui referido no conceito freudiano de reafirmação individual do “Eu” a partir da perspectiva de outrem, o autor cria imbricações culturais comuns ao seu tempo: limitar a dinâmica literária entre o herói modelo, branco, anglo-saxão e culturalmente tido como superior por deter a razão; versus o subalterno caricatural, na forma do latino americano, oriental e africano, desprovido de formação moral e escolástica, dado a superstições e que acaba – em sua ignorância – sendo o portador das desgraças do Horror Cósmico ao mundo.”

Leia o ensaio completo aqui.

(*) Esse ensaio foi publicado originalmente nos anais do III Congresso Internacional Vertentes do Insólito Ficcional (SEPEL 2016). Republicamos aqui, com autorização do próprio autor, com fins puramente acadêmicos.


As minorias em evidência: o papel do outro no horror lovecraftiano (Bruno da Silva Soares)

Resultado de imagem para cthulhu“Referência icônica do horror e de gêneros variantes, Lovecraft pode ser revisitado na contemporaneidade pelos estudos das novas perspectivas antropológicas quanto à ideia de Nação e Cultura o que, neste estudo sobre O chamado de Cthulhu, permite fazer uma avaliação crítica quanto ao papel das minorias étnico-raciais e sua representação, de modo a relaciona-las à condição alienante do outro freudiano.”

Leia o ensaio completo aqui.

 

(*)Esse ensaio foi publicado originalmente na Revista Acadêmica Todas as Musas, n.1 (2017). Republicamos aqui, com autorização do próprio autor, com fins puramente acadêmicos.


Horror Cósmico em “Independence Day” (Daniel Serravalle de Sá)

3763872-7663450062-indep“A noção de ‘horror cósmico’, proposta por H.P. Lovecraft, sustenta que a pior forma de medo reside nos aspectos insondáveis da experiência humana. Segundo o autor, os acontecimentos inexplicáveis seriam mais assustadores do que os horrores provocados por entidades sobrenaturais e pela ameaça de destruição corporal. À luz do conceito de Lovecraft pretende-se discutir o filme Independence Day (1996), no qual uma invasão alienígena sugere a possibilidade de aniquilamento de espécie humana e reflete a questão do Mal na forma de um abandono ou desamparo cósmico. Tal situação de horror é combatida no filme americano por meio de um projeto que visa restaurar a ordem destituída pelos invasores ao mesmo tempo em que sugere aspectos ideológicos através da montagem e da caracterização dos personagens.”

Leia o ensaio completo