Arquivo da tag: coppola

As ressonâncias gótico-românticas na configuração da imagem do vampiro e no enredo de “Bram Stoker’s Dracula” (Alessandro Yuri Alegrette)

Bram-Stoker-s-Dracula-bram-stokers-dracula-10765527-1024-576“Na época de seu lançamento em 1992, Bram Stoker’s Dracula (Drácula de Bram Stoker) provocou reações contraditórias nos espectadores e, principalmente, em grande parte dos críticos de cinema. Dentre seus “defeitos”, foram enfatizados a humanização de Drácula e seu envolvimento amoroso com Mina que, de acordo com Roger Ebert, o tornou um vampiro menos sedutor em comparação com outros vampiros que apareceram em filmes baseados livremente no romance, que fornece o título a eles. Por outro lado, Rodrigo Carreiro, em seu comentário sobre Bram Stoker’s Dracula, elogiou a ousadia do diretor Francis Ford Coppola em criar um filme que se diferencia de outros dentro do gênero horror, pois despreza suas convenções e clichês concentrando grande parte de sua narrativa em uma história de amor trágica, capaz de emocionar o espectador, além de prestar um tributo ao surgimento da arte cinematográfica no final do século XIX.”

Leia o ensaio completo