Arquivo da categoria: Teses

Nos umbrais da Frívola City: perversão e modernidade em “Dentro da Noite”, de João do Rio (Bruno de Oliveira Tardin)

Resultado de imagem para rio de janeiro belle epoque“O trabalho que aqui se apresenta tem por objetivo analisar, a partir da teoria psicanalítica de tradição freudiana e jungiana, bem como dos postulados teóricos a respeito da representação da modernidade pela Literatura, de Latuf Isaias Mucci, Renato Cordeiro Gomes e Walter Benjamin, diante do clima de modernidade instaurado pelos anos da Belle Époque de manifestação carioca, bem como averiguar a manifestação de tipos e padrões perversos através do sujeito moderno, pelo viés do discurso literário de João do Rio em sua obra Dentro da noite. A meta é aplicar adequadamente a fortuna teórico-crítica resgatada no estudo dos contos presentes na coletânea de João do Rio, a fim de que se comprove a existência de uma fenomenologia da perversão dentro de seus tipos literários.”

Leia a dissertação completa aqui.


Construção da sensibilidade burguesa por meio do espaço em “The Mysteries of Udolpho” de Ann Radcliffe (Natália Cortez do Prado)

933b04edd1b688b41d16891a1c2cfb5e“Em fins do século XVIII, Ann Radcliffe se estabeleceu como uma das romancistas mais famosas de sua época, atingindo o ápice de sua carreira com seu quarto romance, intitulado The Mysteries of Udolpho (1794). Apesar de ser um dos romances góticos ingleses mais importantes, ele ainda apresenta questões pouco exploradas pelos críticos. The Mysteries of Udolpho possui uma das características mais fortes das obras de Radcliffe: a minuciosa elaboração do espaço. Em vista disso, este estudo analisa e discute as funções do espaço, o qual está organizado em natural e construído. A análise centra na maneira como esse aspecto temático-estrutural se relaciona com as ações e relações pessoais da protagonista Emily com as demais personagens. Discutimos como diferentes tipos de espaço tornam-se essenciais por participarem de forma enfática na construção ideológica das personagens, no que diz respeito à associação entre sentimentalismo e racionalidade. Assim, a relação entre espaço e personagens nesse romance expressa aspectos importantes da complexa construção da sensibilidade burguesa na Inglaterra do século XVIII.”

Leia a dissertação completa aqui.


O horror sobrenatural de H. P. Lovecraft: teoria e praxe estética do horror cósmico (Daniel Iturvides Dutra)

1366683485043“H.P. Lovecraft, em seus ensaios e cartas, nos oferece uma reflexão riquíssima sobre a narrativa de horror e como esta deve se expressar na literatura. O autor cunhou o termo Horror Cósmico para denominar sua teoria estética. Porém, mais do que ser uma teorização sobre o horror na literatura, o Horror Cósmico é uma teorização sobre como deve ser a narrativa que Lovecraft julga ser a ideal para as histórias que deseja contar. Nessa perspectiva, a análise de sua ficção, acompanhado dos conhecimentos adquiridos pela análise pormenorizada de seus ensaios e cartas sobre o tema, permitem ao leitor compreender melhor sua obra, chegando assim a uma interpretação aproximadamente correta de sua ficção. O objetivo deste trabalho, portanto, é compreender como suas teorizações se refletem em seus textos ficcionais. Os contos e respectivas transposições fílmicas selecionadas foram analisados sobre o prisma destas teorizações. Para alcançarmos esse objetivo primeiro analisamos os seus contos comparativamente com os textos não ficcionais, a fim de compreendermos a forma como o autor expressa o conceito de Horror Cósmico em sua prosa ficcional. Após a compreensão dos elementos teóricos de Lovecraft em sua ficção, analisamos as transposições fílmicas selecionadas sob esse mesmo prisma. Pesquisas bibliográficas foram realizadas com o objetivo de construir um referencial teórico para a abordagem proposta.”

Leia a tese completa aqui


As metamorfoses da escrita gótica em Wuthering Heights (O Morro dos Ventos Uivantes) (Alessandro Yuri Alegrette)

imagem1“O corpus deste trabalho de pesquisa é O Morro dos Ventos Uivantes, único romance da autora inglesa Emily Brontë que desde sua primeira publicação em 1847 tem gerado reações contraditórias que oscilam entre o fascínio e o estranhamento entre os leitores. Buscamos analisar alguns aspectos peculiares dessa obra, enfatizando-se dentre eles seu modo de narração, que combina aspectos assustadores do romance gótico com elementos da estética realista do século XIX. Também são objetos de estudo desta pesquisa o que chamamos de “espacialidade gótica”, que se evidencia nas descrições do cenário principal – Wuthering Heights, a antiga e sinistra casa que também dá o título ao romance -, e os temas e motivos do gênero gótico que foram revistos por Emily Brontë, tais como o duplo, o qual é amplamente explorado em textos com inspiração gótica, a exemplo de Manfred, poema dramático de Byron. Por fim, realizamos a análise das características do casal de protagonistas do romance, Catherine e Heathcliff, visando apontar um diálogo intertextual do livro de Brontë com obras do gênero gótico ou inseridas na tradição literária inglesa, tais como Paraíso perdido, de John Milton.”

Leia a tese completa.


Um sussuro nas trevas; uma revisão da recepção crítica e literária de “Noite na taverna”, de Álvares de Azevedo (Jefferson Donizeti de Oliveira)

“Este trabalho objetiva uma revisão da recepção crítica e literária de Noite na taverna, de Álvares de Azevedo. Com sua Noite na taverna, esse poeta romântico criou uma peça singular em nossas letras, que goz1300x734_2467_The_inn_2d_horror_architecture_fantasy_picture_image_digital_artou de grande popularidade desde então. Busco, a partir disso, elencar e comentar os mais relevantes estudos críticos sobre a obra, além de relacionar uma série de ‘emulações’ da novela, produzidas sob sua inspiração e dividindo com ela o mesmo clima macabro e de espírito de grupo. Cumpre lembrar que, apesar do seu ‘sucesso’ literário, Noite na taverna não foi suficiente para criar entre nós uma tradição de literatura fantástica. Cabe ainda, ao apontar influxos (ainda que indiretos) da literatura de horror no romantismo brasileiro, apresentar uma reflexão sobre os motivos góticos no projeto estético de Álvares de Azevedo.”

Leia a dissertação completa