Flores monstruosas: a estética do grotesco na ficção decadente (Daniel Augusto)

Resultado de imagem para huysmans a rebours“À primeira vista, pode parecer paradoxal afirmar que a literatura decadente, reconhecida por seu caráter aristocrático, pelo seu pessimismo e por sua busca por refinamento, tenha produzido sistematicamente figuras grotescas. A comparação soa ainda mais inusual quando se constata a utilização do termo grotesco para descrever algumas obras de arte que provocariam um efeito cômico, como, por exemplo, caricaturas. Além disso, os estudos sobre essa categoria estética, mesmo quando não a associam diretamente a artes populares, quase não dão destaque à literatura fin-de-siècle como uma de suas realizações históricas. Para estabelecer essa relação, é preciso buscar uma delimitação do conceito de grotesco. Tal tarefa se mostra complexa, pois, ao longo da história, a palavra grotesco foi empregada para designar objetos bastante diversificados entre si, a ponto de ter seu sentido conceitual diluído. Do estilo de Rabelais a formas de arte decorativa italiana, de música, de dança e até mesmo a um grupo tipográfico, o termo teve ora sentido de substantivo, ora de adjetivo.”

Leia o ensaio completo aqui.

(*)Esse ensaio foi publicado originalmente no livro de ensaios das Jornadas FantásticasRepublicamos aqui, com autorização do próprio autor, com fins puramente acadêmicos.

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: