Uma floresta gótica nos trópicos: o locus horribilis no conto “Inferno Verde” (Hélder Brinate)

Resultado de imagem para inferno verde alberto rangel“Os ambientes religiosos – igrejas, monastérios, abadias, catedrais etc. – despontam também como espaços privilegiados do medo. Neles predominam duas experiências paradoxais: a sensação de proteção divina e a de ameaça. Por um lado, enquanto local de segurança, as construções de cultos religiosos assomam-se como sítio sagrado e imaculado, refúgio às aflições e atrocidades sofridas pelas personagens. Por outro, é nessa área beatificada que se encontram clérigos transgressores que, ao buscarem consumar seus desejos sórdidos e/ou sexuais, configuram-se como típicos vilões góticos em seu próprio covil. As florestas aparecem como outro importante elemento topográfico nas narrativas góticas. Seu aspecto tétrico e imprevisível é reforçado por uma retórica excessiva e hiperbólica, cuja ênfase adjetival delineia uma natureza intimidante e arrebatadora, diante da qual o homem e suas construções estão fadados à ruína. Espaço do medo per si, ao demarcar as fronteiras entre o conhecido e o desconhecido, as florestas são ainda habitadas por seres que transgridem as leis civilizatórias (…)”

Leia o ensaio completo aqui.

(*)Esse ensaio foi publicado originalmente no livro de ensaios das Jornadas FantásticasRepublicamos aqui, com autorização da própria autora, com fins puramente acadêmicos.

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: