Vathek (William Beckford)

sardanapalus“As negras nuvens que sombreavam a face do céu aumentavam os horrores da tenebrosa noite, tanto mais que nada se podia ouvir distintamente, exceto o choramingar dos pajens e a lamentação das sultanas. (…) os lobos, e outros animais carnívoros, atraídos pelo uivo de seus companheiros, acorreram em bandos de todos os cantos; o triturar de ossos ouvia-se de todos os lados (…)”

Leia aqui o romance, em inglês

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Uma resposta para “Vathek (William Beckford)

  • O Gótico e o Orientalista: uma leitura de Vathek, de William Beckford (André Astorino) | Sobre o Medo

    […] “Vathek, primeiro romance do escritor inglês William Beckford publicado em 1786, é considerado por muitos uma obra singular. Combinando certos elementos dos chamados romances góticos com uma ambientação oriental, a narrativa coloca diversos problemas a respeito de sua complexa natureza estilística. Muitos estudiosos já tentaram associar a obra a alguma dessas tradições de forma definitiva. Neste trabalho, realizaremos uma nova leitura do romance para, então, confrontarmos nossos achados com a fortuna crítica. O intuito desse procedimento é o de verificar se, diante das questões suscitadas pela própria obra, termos como ‘gótico’ ou ‘orientalista’ podem descrever Vathek de maneira precisa.” […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: