“Visão da morte”: o lirismo noturno de Cruz e Sousa (Rita de Cássia Silva Dionísio Santos)

gothicmoon“Na literatura, ao longo dos séculos, escritores como Lord Byron, Marquês de Sade, Lautréamont e Charles Baudelaire têm, às vezes de forma desesperada, tematizado o mal em suas obras – as quais são assinaladas por temas que se associam à transgressão, a experiências de loucura, morte, vícios e violência. No que diz respeito ao escritor brasileiro Cruz e Sousa, nota-se uma escrita assinalada por um considerável erotismo escandaloso, um certo satanismo e uma tendência blasfematória baudelairianas. Seu poema “Visão da morte” apresenta um aspecto noturno do Simbolismo – fenômeno que apontaria para o sentimento de inadequação do poeta à sua contemporaneidade – elementos que este artigo analisará.”

Leia o ensaio completo

(*) Esse ensaio foi publicado originalmente na Revista Estação Literária. Republicamos aqui, com autorização da própria autora, com fins puramente acadêmicos.

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: