Noivados trágicos (Medeiros e Albuquerque)

“Noivados trágicos” (1898), conto de Medeiros e Albuquerque (1867-1964) publicado em Mãe Tapuia, explora um tema bastante recorrente na literatura de medo universal: a transgressão sexual. Tributário de concepções caras ao naturalismo, o texto associa o desejo sexual à degeneração moral e psicológica, além de apontar hereditariedade e raça como fatores determinantes para esses desvios.

A narração em terceira pessoa conta a história de Leonor, uma jovem recém-casada, que, após visitar a irmã ninfomaníaca em um hospício, decide fazer sexo com o marido. No entanto, durante o coito, o rapaz morre repentinamente. A partir desse dia, a protagonista decide nunca mais ter relações sexuais, pois uma voz estranha aterroriza sua mente, ameaçando-a e repetindo a cada vez em que cogita ceder aos intensos desejos: “Desta vez morrerás tu!”.

Para resistir às tentações, ela se muda para uma fazenda no interior. Em um dia de tempestade, porém, no meio de uma natureza dionisíaca, encontra na floresta um ex-escravo – descrito, de forma bastante racista, como bestial – e sente a necessidade incontrolável de possui-lo sexualmente. O horror invade, então, a narrativa para mostrar o quanto a sexualidade pode ser, simultaneamente, atraente e ameaçadora – nas palavras do narrador, uma perigosa “febre de luxúria”, um “crepitar de inferno”.

Leia aqui o conto “Noivados trágicos”

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Uma resposta para “Noivados trágicos (Medeiros e Albuquerque)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: