“Todos os medos o medo”: Al Berto e as inquietações da pós-modernidade (Leonardo de Barros Sasaki)

stock-footage-horror-thriller-shadow-silhouette-woman-killed-murdered-scared“Este artigo tem por objetivo verificar em que medida os efeitos de intimidade na obra de Al Berto contribuem para construção de uma persona hipersensibilizada pela vivência do medo e de que maneira este sujeito, frente ao seu tempo, funciona como auto-afirmação da subjetividade e resistência à banalização da experiência. Ao elegermos o tema da intimidade e do medo nesta poesia, supomos encontrar uma reavaliação do conceito de narcisismo poético que se abre para além do mero confessionalismo e, desta forma, ganha articulações maiores com as inquietações da pós-modernidade.”

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Uma resposta para ““Todos os medos o medo”: Al Berto e as inquietações da pós-modernidade (Leonardo de Barros Sasaki)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: