As sombras do real: a visão de mundo gótica e as poéticas realistas (Júlio França)

“A leitura da ficção brasileira produzida entre as últimas décadas do século XIX e as primeiras do XX r3cf474d3f15ae1c88160459b37772b16evela-nos como são sombrias as obras produzidas pelas poéticas realistas. Refiro-me não apenas àquelas narrativas que a tradição consagrou como realistas, mas também às ditas naturalistas, e a todas que se propuseram dar conta daquilo que se convencionou chamar de realidade – e foram consideradas bem sucedidas pela recepção crítica. E o que chamo de “sombria” é a visão de mundo que enforma uma série de romances, novelas e contos que demonstram uma percepção desencantada, pessimista e negativa do espaço e do tempo com os quais dialogam.”

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: