Ausência, silêncio e morte: a nação impossível na obra A menina morta, de Cornélio Penna (Maria Ângela de Araújo Resende)

Absence“[…] considerando-se a natureza do método, e mesmo alertando para o perigo dos rótulos, Costa Lima se vale do binarismo como um dos procedimentos de análise, partindo dos modos de representação do masculino e do feminino e suas trocas simbólicas nos espaços onde se desenvolve a trama. Para isto, contrapõe ao Grotão – incluindo a fazenda autárquica, os campos cultivados e a floresta que a cerca – a Corte, urbana e europeizada, traçando um desenho espacial marcado pela dicotomia entre os caminhos que partem da casa-grande. Um deles, o caminho da Corte, signo do caminho do masculino, se constitui através das personagens: o Comendador, o Barão, um dos filhos dos senhores, que, após um breve retorno, abandona o Grotão e passa a viver definitivamente na Corte. O outro, o caminho da clareira, metaforizando o caminho do feminino nas figuras de Mariana, a menina morta e Carlota. Se levarmos em conta essa relação, poderíamos nos valer de um plano histórico e de um plano mítico que irão dar sustentação, em parte, à proposição do autor, uma vez que ele estabelece um sistema de oposições entre natureza e cultura. O espaço da mata também funciona como contraponto ao espaço da fazenda e de seus moradores, também eles divididos, hierarquicamente: o Senhor e a Senhora, as parentas agregadas (D. Virgínia., D. Inacinha, Sinhá Rola e Celestina) o administrador português, a governanta alemã, os escravos de dentro e os escravos de fora, e são elementos importantes para identificarmos a passagem do real ao simbólico e dos fantasmas expressos nas formas de interdição.”

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: