Eles são nós, e nós somos eles: as identidades dos zumbis de Romero (Claudio Vescia Zanini)

romero-zombie-hands“A ficção de zumbis está consolidada como uma das vertentes mais expressivas da produção cultural contemporânea, seja pela curiosidade sobre o que acontece conosco após a morte, ou pelos cenários distópicos apresentados. Um dos nomes de referência dentro do gênero é o do cineasta estadunidense George A. Romero, que produziu e dirigiu seu primeiro filme de zumbis, A Noite dos Mortos-Vivos, em 1968. Mais de quatro décadas depois, os mortos-vivos no panteão de Romero acompanharam as mudanças no mundo dos meramente vivos. Assim, esta comunicação pretende observar como lutas de classe social, o feminismo, o capitalismo, o declínio do império dos EUA e outros fenômenos históricos, sociais e culturais servem como acessórios importantes na forma de Romero contar suas histórias. Para isso, será observada a maneira como as identidades são construídas nessas narrativas, vendo de que modo a percepção das personagens não-zumbi (e dos espectadores) se altera à medida que as contaminações ocorrem, mostrando que, apesar de putrefatos e comedores de carne humana, os retornados não estão tão distantes dos meramente vivos. Afinal, eles são nós, e nós somos eles.”

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: