Emoções e a perversidade do Barão Belfort: discurso e decursos do sujeito na modernidade (Bruno Tardin)

“Ao longo deste estudo de caso acerca do Barão André Belfort, presente no conto Emoções da coletânea de João do Rio29029a6f21961eb29e99c09f892ba3e0 intitulada Dentro da noite, nota-se o papel desta personagem enquanto sujeito perversor e porta-voz das várias déviances urbanas e depravações amorais que configuravam o modus vivendi da elite burguesa carioca do início do século XX. Aqui, vê-se como a bivalência cultural propagada pela modernidade irá ser refletida no ego urbano e moderno, que se encontra no limiar entre o luxo dos bairros centrais e a miséria das periferias, o que explica a natureza vertiginosa da modernidade, mascarada por um gosto art noveau que, por um lado, instigava o imaginário cultural dessa sociedade, e por outro garantia os espaços de liminaridade nos quais se exprimiam, com elegância e perversidade, as pulsões sufocadas deste grupo culturalmente definido pela Belle Époque carioca. Isto, portanto, é o que se busca observar na personagem do Barão Belfort: a natureza glamorosa e cruenta da personagem, na qual a elegância mascara a sordidez e desvela a própria cidade a partir do sujeito que a constitui e representa.”

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: