As bruxas (Fagundes Varela)

three_witches_by_gerberc-d4hfvex“(…) Entretanto em nossas tradições, filhas quase todas das gélidas superstições do Minho e da Extremadura, as bruxas não são revestidas desse caráter de sublimes horrores, que as faz tão temidas nas campinas da Bretanha, nas montanhas da Escócia, ou nas planícies da Alemanha.

Os aspectos destas tartáreas criaturas [é estranho] contam que à noite elas rolam pela correnteza, sentadas em alguídares e coroadas de flores; os montanheses – que pulam em bandos pelos solitários fraguedos, entre mornas cantilenas, os marinheiros e pescadores enfim que se transformam em belas moças, possam-se dos navios, erguem as âncoras, e vão por aí afora seduzir os rapazes, entregar-se em horrenda lubricidade, aos braços deles – incendidos de um amor vertiginoso e funesto. (…)”

Leia o conto

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

3 respostas para “As bruxas (Fagundes Varela)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: