Uma canção para Lya (George R. R. Martin)

“Era errado chamar aquilo de tempestade mental. Foi imenso e impressionante e intenso, cauterizante e ofuscante e sufocante. Mas foi tranquilo também, e gentil com uma gentileza mais violenta do que o ódio hua_song_for_lya__by_grr_martin_by_marcsimonetti-d68qczfmano. (…) desta vez eu não estaria sozinho, em minha planície sombria.

Mas com essa frase eu pensei em Lya.

E de repente me encontrei resistindo, lutando contra aquilo, combatendo aquele oceano avassalador de amor. Eu corri, corri, corri, CORRI… e fechei a porta da minha mente, tranquei todas as fechaduras e deixei a tempestade açoitá-la e uivar, enquanto segurava a porta com todas as minhas forças, resistindo. Ainda assim ela começou a entortar e estalar.

Gritei. A porta abriu de sopetão e a tempestade invadiu e me tragou com ela, sacudiu-me em círculos indo e voltando. Velejei até as frias estrelas mas elas não mais eram frias, e cresci e cresci até que eu fosse as estrelas e elas fossem eu, e éramos a União, e por um único solitário instante iluminado eu era o universo inteiro.

Então nada.”

Compre aqui A Song for Lya, de G. R. R. Martin

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Uma resposta para “Uma canção para Lya (George R. R. Martin)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: