O insólito em “Contos Amazônicos”: Inglês de Sousa sob a perspectiva da Literatura do Medo (Raphael Camara)

“Inglês de Souza utilizou, em Contos Amazônicos, mitos e lendas que povoam o imaginário do interiorano dessa região. Os elementos sobrenaturais e a emoção do medo são presenças marcantes em alguns cbird_skeleton_by_xmalawixheartx-d51w1v9ontos da obra, muito embora ela tenha sido considerada pela crítica literária, ao longo dos anos, como pertencente ao Naturalismo, estilo de época que se apresenta como evolucionista, racional e empenhado em representar a realidade tal como ela é. O presente artigo busca realizar uma leitura da obra citada sob o viés da ‘Literatura do Medo’, utilizando como arcabouço teórico um estudo sobre esta emoção como efeito estético, intitulado ‘O Estranho’, de Sigmund Freud. Como forma de exemplificação desta nova leitura, analisaremos o conto ‘Acauã’, demonstrando os artifícios narrativos usados pelo autor para causar medo.”

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Uma resposta para “O insólito em “Contos Amazônicos”: Inglês de Sousa sob a perspectiva da Literatura do Medo (Raphael Camara)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: