Introdução de “Obras-primas do conto de terror” (Jacob Penteado)

“O conto de terroterror1r possui muita afinidade com o conto fantástico, sendo mesmo difícil, em certos casos, discernir a diferença, a sutileza existente entre ambos os gêneros. Entretanto, podemos afirmar que há histórias fantásticas onde não se vislumbra o menor resquício de pavor, embora esta assertiva possa parecer, à primeira vista, incoerente. Vamos citar um exemplo. De Obras-Primas do Conto Fantástico, por nós organizado para esta Editora, consta ‘Os óculos de Titbottom’, que é um primor de fantasia, mas lírica, suave e até cativante, pela delicada mensagem que nos traz. E o mesmo se poderia dizer a respeito de ‘A missa das sombras’, do inimitável Anatole France. Fantasia da melhor, e nada de pavor. Poderão objetar que isso depende unicamente do temperamento ou do estado de alma de quem escreve. De pleno acordo. Há, todavia, fatos verídicos que representam cenas do mais puro pavor, onde a realidade supera a imaginação.”

Leia introdução completa

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: