Vítimas e Algozes do Medo (Luciano Cabral)

O medo é um mecanismo natural de defesa contra perigos iminentes ou experienciados. Sendo assim, ele tanto nos protege do que pode acontecer a qualquer momento quanto nos faz lembrar de uma experiência negativa que tivemos. Neste sentido, humanos e animais são biologicamente iguais.tumblr_n15ju4s7Yj1s5okito1_500

Porém, se detalharmos o medo e, além disso, o pusermos dentro de uma metrópole (como Rio de Janeiro ou São Paulo), veremos que humanos e animais são socialmente distintos; muito distintos.

O ensaio “Vítimas e Algozes do Medo no conto Feliz Ano Novo”, discute o medo na cidade – o medo do outro, do que é estranho, alheio e imprevisível – baseando-se no conto de Rubem Fonseca e nos ensaios de Zygmunt Bauman e Freud.

Leia o ensaio completo

Anúncios

Sobre William Wilson

"Eu descendo de uma raça que se distinguiu, em todos os tempos, por um temperamento criativo e facilmente irritável; e que, desde a minha infância, provou que eu herdara por completo o caráter de minha família." Ver todos os artigos de William Wilson

2 respostas para “Vítimas e Algozes do Medo (Luciano Cabral)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: